Entrega dos Espadins na AMAN

Em academias militares de diversos países, alunos de cursos de formação de oficiais normalmente utilizam uma espada em escala reduzida, conhecida como “espadim”. O Exército Brasileiro também segue essa tradição e promove a cerimônia de entrega de espadins aos cadetes do primeiro ano desde o dia 15 de dezembro de 1932, devendo manter o símbolo sob sua guarda até a conclusão do curso. Trata-se de uma réplica do sabre utilizado pelo Duque de Caxias, Patrono do Exército, representando a honra militar, característica inseparável daqueles que buscam a carreira das armas.

Nos primeiros anos de sua realização, a solenidade ocorreu na Escola Militar de Realengo, no Rio de Janeiro, antigo estabelecimento de ensino formador de oficiais combatentes da Força. A partir de 1944, a cerimônia de entrega de espadins passou a ser realizada na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ). Foi lá que o evento transcorreu no último sábado, 19 de agosto, mantendo a tradição de um dos momentos marcantes da Instituição.

Em 2017, 465 cadetes receberam o espadim das mãos de seus respectivos padrinhos, em formatura no Pátio Tenente Moura. Além de jovens de várias partes do Brasil, também foram entregues espadins a cadetes de cinco nações amigas: Camarões, Guatemala, Guiné-Bissau, Moçambique e Senegal. Todos eles proferiram, pela primeira vez, o Juramento do Cadete: “Recebo o sabre de Caxias como o próprio símbolo da Honra Militar”!

(Fonte: Exército Brasileiro)

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *